Conheça os principais tipos de segmentação no marketing

O marketing digital vai além de simplesmente promover produtos e serviços nos espaços online e offline. As estratégias serão ainda mais eficazes se a empresa identificar a segmentação no marketing.

Para isso, é preciso desenvolver pesquisas e traçar um plano que traga resultados positivos para a empresa como um todo.

O post de hoje vai falar sobre a segmentação de marketing, como ela funciona e porque é importante.

Também vamos mostrar os tipos de segmentação existentes e como aplicá-los à realidade do seu negócio.

O que é segmentação em marketing?

Todo o conceito de marketing está relacionado à segmentação neste setor. Nesse sentido, quando alguém fala em segmentação, refere-se ao processo de dividir os clientes potenciais de uma empresa em grupos distintos.

A separação deve levar em conta determinadas características. Em geral, as pessoas que se enquadram em determinado segmento possuem atributos semelhantes e alguns aspectos em comum.

Essa é uma ferramenta realmente eficaz para atingir o público-alvo da assessoria contábil com muito mais confiança, pois facilita a criação e personalização de campanhas corporativas.

As estratégias estão cada vez mais focadas no que realmente tem tudo pra dar certo, tanto para o consumidor quanto para a empresa.

Por mais simples que pareça, identificar um segmento de mercado com precisão economiza muito dinheiro. Continue a leitura para entender o motivo.

Por que a segmentação é importante?

Investir na segmentação de marketing é de fundamental importância para escritórios de arquitetura, pois por meio desse processo a empresa não só atrai seu público-alvo com alta assertividade, mas também o fideliza.

Em um mercado onde os consumidores estão cada vez mais informados e as empresas procuram constantemente a atenção deles, é fundamental ter estratégias capazes de garantir um serviço personalizado.

Dessa forma, as chances de atraí-los e retê-los aumentam drasticamente. Então, além de focar em vendas, é importante se posicionar a fim de proporcionar aos seus clientes uma experiência realmente positiva.

Essa é uma das características mais decisivas para assegurar que um cliente de primeira viagem fará negócios com você novamente.

Para que o serviço de manutenção em notebook seja verdadeiramente sustentável e as ações tomadas pelo seu time deem os resultados pretendidos, é fundamental segmentar o público-alvo do seu negócio.

Quais são os tipos de segmentação?

Com o conceito definido claramente, é hora de se aprofundar no assunto e entender melhor os campos de segmentação existentes e como eles funcionam.

Vamos falar de 4 tipos de segmentação:

  • Segmentação psicográfica;
  • Segmentação geográfica;
  • Segmentação demográfica;
  • Segmentação comportamental.

Atente-se a cada um deles para ter uma noção completa do que seu grupo de assessoria contabilidade precisa.

Segmentação psicográfica

Nesse tipo de segmentação, você deve estar atento ao estilo de vida de seus potenciais clientes.

Traços psicológicos são essenciais para fazer uma boa campanha. Fique atento a sinais como timidez, seriedade, irritação e inquietação, além de analisar o valor individual de cada consumidor.

É fundamental estar atento a estes pontos porque alguns deles podem ser decisivos no processo de compra de uma pessoa.

Segmentação geográfica

O modelo de segmentação geográfica refere-se à localização do cliente. É importante identificar e considerar esse tipo de informação, principalmente na hora de elaborar um plano estratégico e de marketing.

Pessoas de lugares diferentes tendem a ter comportamentos de compra diferentes.

Isso significa que indivíduos de diferentes regiões, sejam rurais ou urbanas, também tendem a ter comportamentos diferentes, o que também impacta diretamente em ações nos espaços físicos.

Segmentação demográfica

Empresas de pequeno, médio e grande porte usam muito essa modalidade de segmentação. Ela possibilita que se analise a idade, gênero, ocupação, estado civil e renda dos usuários das instalações elétricas prediais.

Junto com a segmentação psicográfica, ela fornece insights para a equipe de marketing identificar as tendências de cada tipo de consumidor, direcionando melhor a comunicação e publicidades.

Mulheres de certa faixa de idade são mais propensas a adquirir alguns produtos, enquanto mulheres de outra faixa etária não, por exemplo, e isso pode ser considerado para evidenciar os benefícios do item a ser divulgado.

Segmentação comportamental

Essa forma trabalha com o comportamento do visitante enquanto faz as compras: quem está com ele, se ele está navegando pela loja na internet ou nas redes sociais.

O nível de conhecimento da pessoa sobre as funções e os benefícios de fazer um orçamento de obra também é levado em consideração.

Como fazer segmentação de marketing?

Finalmente, agora vamos ver quais passos tomar para criar uma estratégia de segmentação de mercado eficaz.

Acompanhe os tópicos logo abaixo e entre em contato com os pontos principais dessa estratégia tão valiosa.

O percurso a ser completado é semelhante ao planejamento de qualquer outra tática de divulgação pela internet: planejamento, identificação do público-alvo e das personas, coleta de dados e ajustes.

Essas etapas são cruciais para dar forma a uma segmentação realmente efetiva e correspondente às características da marca. Saiba mais agora.

Planejamento

Ao planejar uma estratégia de segmentação de mercado, é fundamental começar com uma análise da situação atual do negócio.

Em outras palavras, como em qualquer outro plano, é importante saber quais objetivos alcançar e quais pontos de dor aliviar.

Também é interessante pesquisar minuciosamente os segmentos de clientes existentes, organizar cadastros e coletar dados.

Após essa significativa revisão interna, é fundamental que a equipe responsável pelos serviços de contabilidade preços documente tudo o que foi descoberto e comece a discutir os objetivos da estratégia e a alocar as tarefas necessárias.

Conheça seu público-alvo

Em seguida, pesquise os diferentes públicos que a empresa atende. No início, este exercício pode ser um pouco confuso, mas à medida que os estudos progridem, surgem tendências facilmente identificáveis.

Nesta fase, é importante que o marketing, as vendas e a diretoria da empresa falem sobre todos os públicos observados.

De fato, muitas vezes diferentes departamentos diferem a respeito de quem é o consumidor ideal de decoração apartamento.

Em uma vertente ainda mais prática, é importante definir o perfil de cliente ideal, partindo do macro ao micro. Isso é, partir da visão geral para os nichos específicos.

Mapeie as personas

É possível se aprofundar em diferentes segmentos de mercado por meio do mapeamento de personas.

Em poucas palavras, esta prática envolve a criação de protótipos específicos, no qual são agrupados determinados perfis de clientes.

Dessa forma, você pode criar personagens com características muito marcantes (idade, gênero, etc.) para orientar ações de marketing e de vendas.

Na verdade, a persona torna mais fácil para as equipes lembrarem de tipos específicos de clientes.

Elas lhes dão uma “cara” e os ajudam a entender o tom ideal para comunicação e prospecção, por exemplo.

Colete dados

Um grau muito bom de segmentação pode ser alcançado quando a empresa chega a um alto nível de inteligência de dados.

A propósito, este é um passo importante: quanto mais dados você coleta das personas, mais você sabe sobre elas.

Isso pode ser feito com a disponibilização de formulários, uso de Analytics, Business Intelligence e outras soluções de Inteligência Artificial e mineração de dados.

Obviamente, essa coleta deve ser feita de forma ética, dentro dos limites do que a lei permite, como as leis gerais de proteção de dados (LGPD) que demandam atenção.

Enriqueça os dados

Coletar informações não é suficiente. Afinal, o mercado atual é muito dinâmico, o que significa que os dados são atualizados com frequência (por exemplo, as pessoas mudam de endereço de casa ou do trabalho).

O objetivo do enriquecimento de dados é integrar informações internas a informações externas (de redes sociais ou outras fontes) para contextualização.

O enriquecimento é feito usando plataformas inovadoras baseadas em inteligência de dados, machine learning e muito mais.

Desta forma, todo o processo torna-se automatizado e totalmente confiável.

Ajuste conforme o necessário

Por fim, é importante lembrar que a segmentação de mercado não é algo estático e exclusivo. Em vez disso, ela deve ser revista periodicamente (em alguns casos, a cada seis meses).

Ajustes estratégicos periódicos são necessários à medida que o comportamento do consumidor e da concorrência se torna cada vez mais mutável.

Conclusão

Uma boa estratégia de segmentação de marketing é essencial para o seu negócio, pois quanto mais personalizado for o seu produto, melhores serão as suas táticas de marketing, comunicação e vendas.

A boa notícia é que a tecnologia está prontamente disponível e fácil de usar para tornar os processos mais inteligentes e ágeis.

Sem contar que fica claro o quanto é importante capacitar os profissionais envolvidos para que possam fazer o melhor uso das ferramentas e serviços de tecnologia.

Então, reúna um time de colaboradores altamente qualificados para dar forma a metodologias inovadoras e totalmente eficazes.

Use as informações detalhadas nesse material para nortear a jornada e bons negócios!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


A imagem utilizada nessa postagem e todas as informações e responsabilidades sobre a mesma são da equipe do Guia de Investimento.

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Converse conosco

Pelos WhatsApps abaixo